ONG Vidas Recicladas

logo_vidas_recicladas

A Organização Não Governamental Vidas Recicladas nasceu em 2004 no intuito de assistência à comunidades carentes, pessoas e famílias em situação de rua ou risco, para que todos tenham condições de interagir com os demais setores da sociedade.

Trabalhamos para incluir e solidificar conceitos de cidadania, suprir necessidades e dar condições de vida iguais e justas, através de relações de solidariedade na busca de igualdade, justiça e amor ao próximo.

  • ONG Vidas Recicladas

    A Organização não Governamental “Vidas Recicladas”, também designada pela sigla “VIR”, constituída em 26 de outubro de 2004, é uma associação civil de direito privado, sem fins lucrativos.

    • Declarada de Utilidade Pública Municipal – Lei 2.753 de 05/04/2011
    • Declarada de Utilidade Pública Estadual – Lei 14.316 de 26/10/2011
    • Inscrição no Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Santos/SP – nº 139 – 18/07/2011

    Inscrição no Conselho Municipal de Assistência Social de Santos/SP – nº 78 – 05/04/2011

    Atividades:

    I. Promoção da assistência social com alojamento;
    II. Promoção da assistência social sem alojamento;
    III. Promoção gratuita da educação, observando-se a forma complementar de participação das organizações de que trata o ordenamento jurídico Pátrio;
    IV. Defesa preservação e conservação do meio ambiente e promoção do desenvolvimento sustentável;
    V. Promoção do voluntariado;
    VI. Promoção do desenvolvimento econômico e social e combate à pobreza;
    VII. Experimentação, não lucrativa, de novos modelos sócio produtivos e de sistemas alternativos de produção, comércio, emprego e crédito;
    VIII. Promoção de direitos estabelecidos, construção de novos direitos e assessoria jurídica gratuita de Interesse suplementar;
    IX. Estudos e pesquisas, desenvolvimento de tecnologias alternativas, produção e divulgação de informações e conhecimentos técnicos e científicos que digam atividades mencionadas neste artigo;
    X. Promoção da ética, da paz, da cidadania, dos direitos humanos, da democracia e de outros valores universais;
    XI. Promoção de atividades desportivas nas mais diversas modalidades, utilizando profissionais capacitados para tanto, visando inclusão educacional por meio do esporte educacional, o lazer e a integração entre as pessoas e o desporto de competição para desenvolvimento integral do indivíduo e integrar a Nação Brasileira com povos de outras Nações;
    XII. Promover o amparo, a recuperação e a reabilitação física, mental, moral e social de pessoas dependentes de entorpecentes e drogas afins, sem distinção de raça, religião, cor ou credo político, voltada para ambos os sexos.

  • Imagem39 Imagem38 Imagem37 Imagem36 Imagem32 Imagem33 Imagem34 Imagem35 Imagem31 Imagem30 Imagem29 Imagem28 Imagem26 Imagem25 Sala de aula Imagem22 Imagem23 Imagem24 comunidades-terapeutas Imagem21 Imagem20 Imagem19 Imagem18 Imagem17 Imagem16 Imagem15 Imagem14 Imagem13 Imagem12 Imagem11 Imagem5 Imagem4 Imagem3 Imagem2

     

     

  •  

    Imagem30 Arrebatadores
    Casa das Anas
    Núcleo do Programa Escola Total
    Orientação vocacional
    Atendimento à Comunidades Terapêuticas
    Ação Social
    Projeto Haiti
    Todos os projetos tem por finalidade a promoção da educação e assistência social.

     

     

    Imagem2 Arrebatadores

    Aulas de natação gratuitas à crianças e adolescentes, na faixa etária de 04 a 16 anos.

    Objetivo:  promover, através da prática esportiva, a inclusão social e a inserção de conceitos de cidadania junto às crianças e seus familiares.

    Público atendido: 170 crianças.

    Período: de terça a sexta, das 8h às 16h.

    Turmas divididas por faixa etária,  duas vezes por semana.

    A Secretaria de Esportes da Prefeitura Municipal de Santos cede três professores de educação física.

     

     

    casadasanas1 Casa das Anas

    Abrigo para mulheres com ou sem filhos em situação de rua, com capacidade para atender 24 pessoas.

    Objetivo:

    Ofertar o serviço de acolhimento institucional – abrigo às pessoas que se encontram em situação de rua, em situação de abandono ou sem referência familiar e moradia convencional;
    Oferecer proteção social para mulheres que necessitam o apoio para o fortalecimento de vínculos, da autoestima e reconstrução de seu projeto de vida.
    Promoção do acesso aos serviços disponíveis na comunidade – escolas, unidade básica de saúde, centros de convivência dentre outros;
    Localização e contato com familiares;
    Orientação para retornar a estudar;
    Encaminhamento para cursos profissionalizantes;
    Oficinas de arte e atividades culturais;
    Auxílio para retornar ao mercado de trabalho.

    Projeto realizado em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social de Santos.

     

     

     Imagem11 Núcleo do Programa Escola Total

    Atendimento a crianças e adolescentes em atividades educativas nas áreas de cultura, artes e esportes. Administramos um Núcleo do Programa Escola Total, em parceria com a Secretaria de Educação da Prefeitura Municipal de Santos.

    Objetivo:

    Promover a inclusão social dos alunos, democratizando o acesso à cultura, à arte, ao esporte e à preparação para o trabalho.
    Minimizar a exposição das crianças e adolescentes dos bairros do Porto de Santos, Centro e Macuco a situações de risco social, ocupando o seu tempo ocioso com a fixação de princípios.

    Realizar acompanhamento familiar através de assistente social, identificando exposições a maus tratos e/ou situações de risco com uso de drogas.

    Atividades: Espanhol, Artes Visuais e Cênicas, Hora do Dever, Contadores de História, Música, Natação, Dança e Karatê.

    Público:  240 crianças e adolescentes, na faixa etária de 06 a 15 anos.

    Período: de Segunda a sexta, das 8h às 17h.

     

     

      Imagem23 Orientação vocacional

    Através de palestras, oficinas, dinâmicas de grupo, o projeto auxilia os jovens a obter um maior conhecimento a respeito de si mesmo, seus potenciais e habilidades e, a partir deste ponto, associá-los às possíveis profissões.

    Objetivo:

    Trazer aos adolescentes e jovens a possibilidade de reflexão sobre sua escolha profissional e seu projeto de vida, identificando as áreas de atuação onde tem maior aptidão.

     

     

     comunidades-terapeutas APOIO E ATENDIMENTO EM COMUNIDADES TERAPÊUTICAS

     

    Comunidades terapêuticas atendidas:

     

    Casa de Apoio Caverna de Adulão – Bertioga Missão Shekinah –  Mongaguá Comunidade terapêutica Ebenezer – Praia Grande.

     

    Atividades:

    Melhorias de infraestrutura através de trabalhos voluntários;
    Destinação de alimentos;
    Acompanhamento na inserção ao mercado de trabalho para pessoas desempregadas;
    Verificação e adequação dos currículos;
    Encaminhamento a cursos profissionalizantes disponíveis na região;
    Orientação para retornar a estudar, dentre outras ações  de resgate da cidadania.

     

     

      Imagem26 AÇÃO SOCIAL

     

    Reunindo voluntários de várias formações profissionais e especialidades tem por finalidade promover o maior número de serviços gratuitos a sociedade.

     

    As ações sociais são realizadas em diferentes bairros da Baixada Santista.

     

    Serviços oferecidos:

     

    Cuidados com a Saúde, aferição de pressão arterial, teste de visão, massagem e estética facial entre outros;

    Assistência jurídica em geral;

    Orientação previdenciária;

    Atualização de currículo;

    Corte de cabelo;

    Apresentação de teatro;

    Brincadeiras e distribuição de doces.

     Imagem36 PROJETO HAITI

     

    ABRIGO PARA CRIANÇAS

     

    Localizado na cidade de Porto Príncipe, o abrigo da ONG Vidas Recicladas no Haiti tem como objetivo oferecer educação e capacitação para que as crianças possam atuar na reconstrução do país.

    Atividades desenvolvidas:

    Aulas de alfabetização;
    Oficinas culturais;
    Atividades desportivas.

    Além do processo de educação e edificação de valores, também são oferecidas refeições balanceadas para ajudar no desenvolvimento físico das crianças.

    Público: 40 crianças, na faixa etária de 04 a 09 anos.

     

  • O trabalho prestado pela ONG Vidas Recicladas na cidade de Santos cresce a cada dia e ganha notoriedade de um trabalho efetivo com resultados além dos previstos.

    São 170 crianças com aulas de natação no projeto arrebatadores, 230 crianças no projeto Formando Cidadãos e 24 moradoras de rua em processo de reinserção na sociedade na Casa das Anas.

    Todos os projetos buscam promover a recuperação e educação através de acompanhamento social.

    O resultado disto é a integração do assistido com a comunidade e a possibilidade da restauração pessoal, tanto em dignidade quanto em âmbito familiar, e a capacidade para buscar um futuro melhor.

    http://vidasrecicladas.org/